...

...

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Aplicativo Tubby (o troco do Lulu)

Antes mesmo de ser lançado, a equipe de desenvolvedores do aplicativo Tubby liberou neste domingo (1) a possibilidade de descadastro feminino neste novo aplicativo voltado para o público masculino. Pegando carona nas polêmicas em torno do Lulu, todas as usuárias cadastradas no Facebook estão automaticamente vinculadas ao serviço, mas já é possível se bloquear deste tipo de avaliação seguindo os seguintes passos:
 
  • 1. Acesse o site www.tubbyapp.com e clique em "remover perfil do app (para mulheres)". Importante, é preciso aguardar até que apareça a mensagem de confirmação dizendo que você está descadastrada deste serviço já que o tráfego do Tubby está congestionado
  •  
  • 2. Acesse "configurações da conta" (no canto direito do seu Facebook), depois "aplicativos", em seguida "aplicativos usados por outras pessoas". Desmarque todas as categorias de informações que estão marcadas e clique em "salvar alterações"
  •  
  • 3. Entrando novamente em "configurações da conta", "aplicativos", e em seguida "aplicativos usados por você" exclua o aplicativo Tubby do seu Facebook. Clique em "Tubby" e utilize a opção "denunciar o aplicativo". Por fim, selecione a opção "remover aplicativo" e depois em "remover" na janela que abrir
Colocando mais lenha na fogueira, os criadores do aplicativo Tubby adiaram seu lançamento em 48 horas com direito a contagem regressiva em seu site oficial. Por enquanto ninguém mais poderá se cadastrar ou descadastrar do polêmico serviço que deveria estrear nesta quarta (4). A justificativa dos desenvolvedores foi a sobrecarga nos servidores e eles prometem divulgar uma nova surpresa em breve, como recompensa pelo atraso.
 
Diante da notícia diversos internautas manifestaram suas reclamações na página do app no Facebook. "Porque ninguém conseguia fazer o descadastro antes? Cadê a tais políticas de privacidade que dizem seguir?", criticou Caroline Paiva. "Quando lançarem não haverá mais mulheres para serem avaliadas", comentou Frederico Cavalcante. "Então agora sou obrigada a baixar se não quiser participar? Que contradição", disse Caroline Paiva.
 
Outros levantaram suspeitas sobre a veracidade do 'Lulu para homens'. "Cada dia sai um trouxa de casa! Tubby App é a maior trollada da internet", ironizou Rodrigo Brito Carvalho. Já o usuário Rodrigo Vieira foi mais longe em sua colocação: "bando de oportunistas do sucesso de algo criado por uma outra empresa. Bem típico de marketeiros oportunistas. O Tubby saiu em diversas mídias sem ter feito absolutamente nada. Um aplicativo lançado em uma semana será um verdadeiro poço de bugs. Jamais confiaria meus dados. Nunca vi pré-cadastro para apps". 
 
Em resposta, a equipe do 'Bolinha' explicou na próprio página que estão investindo em infraestrutura para poder oferecer uma experiência para todos. "Não queremos 'roubar' seus dados, nem usar para outros fins. Todos os dados vinculados ao app serão usados exclusivamente no Tubby, repetindo: Não estamos interessados em seus dados e não é uma fachada para coleta de dados. Vocês, homens e mulheres, que se cadastraram/descadastraram no nosso site, fiquem tranquilos, seus dados serão somente utilizados para gerenciamento do aplicativo", afirmam.
 
 
PROTEÇÃO
 
A melhor alternativa para se proteger da invasão de privacidade de aplicativos que se usam a base de dados do Facebook é mudar as configurações do seu perfil. Acesse a aba "Configurações de privacidade" e depois clique em "Aplicativos". Na seção "Aplicativos que você usa", selecione o Tubby App e depois clique em "Remover", para que o programa deixe de ter acesso aos seus dados. Na parte "Aplicativos usados por outras pessoas", você pode editar e desmarcar as categorias de informações que as pessoas podem levar com elas ao usar aplicativos, jogos e sites. Isso vai impedir que apps utilizem suas informações pessoais indevidamente.
 
 
No Tubby (nome inspirado na versão original do personagem Bolinha, amigo da Luluzinha), eles poderão fazer análises sobre as mulheres que conhecem anonimamente, usando hashtags para falar sobre seus pontos positivos e negativos. "Mulheres, se vocês estão com muito medo do que fizeram no verão passado, já podem se descadastrar", anunciaram os criadores do "Lulu para homens", que garantem que quem se descadastrar não constará na ferramenta.
 
"Pessoal, isso é só pra diminuir nosso número de processos", ironizam os desenvolvedores na página oficial do aplicativo no Facebook, que já conta com mais de 10 mil curtidas. Outra novidade é que os homens interessados em participar do Tubby já podem se cadastrar e, com isso, evitar uma eventual fila no dia do lançamento. A previsão é que o download do app deva ser liberado nesta quarta-feira(4), tanto para Android quanto iOS.